"Animação no Intendente quer atrair lisboetas, turistas e investimento"
09.07.2012

"Animação no Intendente quer atrair lisboetas, turistas e investimento"

"A animação cultural que tem início na sexta-feira no Largo do Intendente serve para dar a conhecer o renovado bairro da Mouraria e atrair lisboetas, turistas e investimento para a zona, disse hoje o autarca de Lisboa."


A partir de sexta-feira, o renovado Largo do Intendente acolhe durante todo o mês de julho peças de teatro, ópera, concertos de artistas como Camané, Boss AC e os Xutos & Pontapés, mercados, visitas cantadas pelo bairro, programas "domingueiros" para famílias e atividades desportivas, numa "nova fase de desenvolvimento" daquela zona da Mouraria, mais cultural, disse hoje, em conferência de imprensa, o presidente da Câmara de Lisboa. 
 
"Depois das fases de intervenção no espaço público, no edificado e do Plano de Desenvolvimento Comunitário da Mouraria (PDCM), esta é a fase de dar a conhecer o largo e o bairro da Mouraria, que apesar de ser um dos mais antigos, é também um dos menos conhecidos", afirmou António Costa. 
 
Para o autarca socialista, que há pouco mais de um ano deslocou o seu gabinete dos Paços do Concelho para aquele largo, esta é uma forma de lisboetas e turistas "redescobrirem uma zona que está menos presente no roteiro" da cidade. 
 
"Desejamos que seja tão percorrido como outros bairros da cidade", confessou. 
 
António Costa acabou por resumir que esta programação, com um investimento "significativo"(proveniente em parte de fundos comunitários previstos para a promoção das obras de reabilitação financiadas pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional - QREN ), acaba por assinalar também "a conclusão das obras" no largo. 
 
No entanto, admitiu, "a parte mais difícil começa agora, que é a mudança dos usos e das vivências do Intendente. Isso tanto pode demorar quatro meses como quatro anos". 
 
Com as obras da Mouraria previstas no âmbito do QREN com conclusão marcada para daqui a um ano, o presidente de câmara considerou a programação "decisiva" também para "valorizar o investimento privado feito" já na zona. 
 
Depois da abertura de um hostel (albergue de juventude), de uma residência artística e de uma residência de estudantes, deverá abrir na próxima semana o primeiro café com esplanada do Intendente, adiantou, indicando que, para as restantes novas esplanadas do largo ainda não há prazos previstos, mas "há muitos comerciantes interessados", que se têm dirigido ao Intendente para "tirar medidas, comparar preços". 
 
Admitindo que "ainda se fala hoje do Intendente como um espaço que não pode ser frequentado", António Costa disse que hoje já se veem muitos jovens e crianças a "andar de patins ou bicicleta" no largo e que "uma das principais críticas" com as obras de recuperação da Mouraria é a ausência de um parque infantil. 
 
"Se calhar pensámos mal. Mas se queremos mudar de forma sustentável os usos e práticas [da zona], temos de preencher os vazios com famílias, para não deixar espaços abertos para outras atividades", disse, acrescentando que o Martim Moniz vai acabar por ter um grande parque infantil. 
 
Ainda assim, e fazendo um balanço das alterações na zona, o autarca disse que hoje "as pessoas que vivem na Mouraria já não têm medo de ir à rua" e que há uma "diminuição de insegurança", apesar de a câmara continuar a transmitir "com frequência" à PSP as ilegalidades que continuam a ocorrer. 
 
Na área da segurança, continua em curso a obra na Rua da Palma para a instalação no Palácio da Folgosa de uma divisão da PSP com esquadra e a autarquia vai reapresentar a recandidatura do projeto de videovigilância à Comissão de Proteção de Dados. 
 
"Esperamos que desta vez tenha luz verde. Ou não tendo, [esperamos] que o ministério da Administração Interna autorize a instalação, que numa fase inicial terá um papel importante para o aumento do sentimento de segurança e de dissuasão", afirmou António Costa. 
 
Devido aos concertos de Boss AC (na sexta-feira) e Xutos e Pontapés (dia 14) a câmara vai encerrar o trânsito a partir das 21:00 na proximidade do Largo do Intendente: Rua da Palma/Martim Moniz, Rua Fernandes da Fonseca/Rua Benformoso/Calçada da Mouraria, Rua de São Lázaro/Calçada do Desterro, Av. Almirante Reis, Rua Maria/Rua Andrade. 
 
Assim que os concertos terminarem, a autarquia estima restabelecer a normalidade da circulação. 
 

In Sol Online 06/07/2012


Parceria local
logo CMDlogo turismologo renovar Mourarialogo EPULlogo IDTJF1JF Sta JustaJF2JF3
Programa de accao co-financiado pelo FEDER
PorLisboalogo QRENlogo CEE
femdom-mania.net femdom-scat.net hot-facesitting.ru